Ao Mesmo Tempo

Afonso Tostes

De 29 Abr a 17 Jun 2011

"O uso de material que sobra e que seria descartado não é totalmente novidade em minha produção", diz Afonso Tostes referindo-se à série Prédios, que deu origem à instalação Cidade Pequena. Este conceito, na verdade, começa na origem do material. As madeiras usadas pelo artista (jacarandá, peroba do campo, peroba rosa, cedro, entre outras) são garimpadas em demolidoras e escombros de casas centenárias pela cidade. "Em Descartes, o reaproveitamento é radicalizado. A interferência escultórica é resultado. A aglomeração dessas peças é que formam novas imagens e espaços", explica.

As obras da série Árvores surgiram a partir de um comentário de um crítico de arte a respeito de algumas esculturas da série Perna de Três, que também utiliza a madeira como matéria-prima. "Ele me falou que esses trabalhos parecem ter voltado a sua forma original, ou seja, árvores?, relembra Tostes. A partir daí, o artista voltou ao ateliê para reforçar essa ideia e surgiram as primeiras peças que misturam-se aos galhos de árvores de verdade. "No início eu estava experimentando todas as opções e até onde eu poderia avançar com o trabalho que, aos poucos, começou a fazer sentido. O interesse que sempre permeou a minha produção abre novos horizontes. É um trabalho em plena transformação e a cada escultura descubro novas possibilidades."

Em Ao Mesmo Tempo, Afonso Tostes retoma o seu trabalho como escultor, depois de um período se dedicando à pintura, predominante em sua última exposição na galeria.